Biosul - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul Biosul - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul

Com elementos botânicos, Lego tem a sua primeira coleção sustentável

quinta, 14 de fevereiro de 2019 às 14h05

Empresa deixa de usar plástico a partir do petróleo e aposta em plástico vegetal a partir do etanol da cana-de-açúcar

 
Com informações da assessoria de imprensa

 
A empresa dinamarquesa Lego adotou um novo conceito para os negócios e deixou de usar plástico feito a partir do petróleo para apostar na produção de peças sustentáveis feitas a partir do etanol da cana-de-açúcar. O compromisso da Lego é substituir toda a sua produção por plástico vegetal até 2030.

“No LEGO Group, queremos ter um impacto positivo no mundo que nos rodeia e estamos trabalhando muito para criar ótimos produtos para crianças usando materiais sustentáveis. Estamos orgulhosos que os primeiros elementos LEGO feitos de plástico de origem sustentável estejam em produção e estarão em caixas LEGO este ano. Este é um grande primeiro passo em nosso compromisso ambicioso de fabricar todas as peças da LEGO usando materiais sustentáveis ”, anunciou Tim Brooks, Vice-Presidente de Responsabilidade Ambiental do Grupo LEGO no lançamento da coleção.

O anúncio do modelo sustentável para os produtos foi feito em março do ano passado, e o lançamento das primeiras peças aconteceu em agosto, no entanto, ainda não há previsão da chegado dos novos modelos no Brasil.

Temática

A primeira coleção traz elementos botânicos como folhas, árvores e arbustos feitos a partir de polietileno, “que é um plástico macio, durável e flexível e, embora sejam baseados em material de cana-de-açúcar, são tecnicamente idênticos aos produzidos com plástico convencional”, garante a empresa em nota à imprensa.

Veja como ficou a primeira coleção #PlantsFromPlants. Acesse aqui.

Imagens: Divulgação/Lego