Biosul - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul Biosul - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul

Estudo projeta frota de 54 milhões de veículos leves para o ciclo Otto até 2030

segunda, 29 de outubro de 2018 às 16h20
Com informações da EPE



Um boletim divulgado na última sexta-feira (26) pela EPE - Empresa de Pesquisa Energética avaliou a demanda de energia dos veículos leves no país. O estudo projeta para o Brasil uma frota de 54 milhões de veículos leves para o ciclo Otto (Gasolina e Etanol automotivos) até 2030, um aumento de 3,1% ao ano.

Para se ter uma ideia desse crescimento, somente em 2017, foram licenciados 2,2 milhões de veículos leves novos no Brasil, sendo 89% desse total de veículos com a tecnologia flex fuel.

Com essa estimativa, o estudo prevê um crescimento de 6,5% ao ano no consumo de etanol hidratado, que deve atingir 32,8 bilhões de litros até 2030.

Já o etanol anidro, misturado à gasolina, deve atingir o consumo de 12,5 bilhões de litros até 2030, crescimento de 0,3% ao ano.

O estudo considerou ainda gasolina A e gasolina C, projetando para os dois tipos o aumento de 0,3% ao ano até o final do período. O consumo dos combustíveis deve atingir 46,1 bilhões de litros e 3,3 bilhões de litros, respectivamente.

A partir dos resultados da pesquisa, o estudo considerou ainda que a demanda nacional do ciclo Otto aumentará em 2,6% ao ano no período entre 2017 a 2030.

Importante ressaltar que a pesquisa avaliou o atual cenário econômico no país, o licenciamento de veículos leves, a oferta interna de etanol, o preço doméstico da gasolina e a preferência do consumidor entre gasolina C (gasolina A + etanol anidro) e etanol hidratado no abastecimento de veículos a combustível flex.

Acesse o estudo completo aqui.